Pois.


E devias ter sido a primeira pessoa a perceber que mais cedo ou mais tarde, me partiria em triliões de pedaços. Mas não percebeste. Acreditavas que era forte o suficiente para te deixar ir embora. Mas não fui. Nunca fui forte em todas as tuas partidas. Desfiz-me em todas elas. Toda eu espelhada em pedaços de porcelana. Eu, boneca de porcelana. Alma altiva, celeste. Mas coração fraco. Coração muito fraco. Devias ter percebido. Devias ter sido a última pessoa a desistir. E não foste. Não deste tempo ao tempo. Tiveste medo. Fugiste como quem foge da chuva. Entre os telhados das casas, e sem saber que toda eu me partiria. Toda eu me partiria à tua saída. Devias ter percebido. Tu, devias ter percebido. E não devias ter desistido. E eu ainda choro. Ainda vou chorar muito, porque tenho sempre muito para chorar.

11 comentários:

Maria Inês disse...

parece que agora tens fellings e, pelos vistos, verdadeiramente correctos (a)

Gui disse...

eu amei o texto sem sombra de dúvida

dream disse...

amei , sigo* : )

dream disse...

pois lá nisso tens razão , elas revelam-se .
beijinho*

Gui disse...

obrigado e de nada x)

Bárbara Silva disse...

- oh tão bonito o blog :)

ines maria disse...

acho que estamos as duas na mesma situaçao, acho que fazemos parte de uma multidao de raparigas que sofrem e nao sao ouvidas, sera que tudo volta? sera que tudo morreu? ser apenas uma ma fase?

ines maria disse...

na realidade tudo que encontras-te nesse rapaz eu encontrei neste, mas ha uma diferença este para alem de ''estar'' comigo tambem e o meu melhor amigo, entao gosto imenso da nossa relaçao, alias gostava/gosto nem sei bem como estamos porque partilhavamos tudo, e eramos capazes de estar dias e dias a sair sem nos tocarmos como pessoas que estao em relaçoes, eramos capazes de comentar rapazes e raparigas e brincar com essas situaçoes, e e algo que me fascina assim, pois nao gosto de me sentir presa nem com obrigaçoes, e ele acabava por nao em as dar, apenas cuidava de mim, e zelava sempre por eu fazer boa figura, parecer bem, nao abusar, nao me mostrar pois as mulheres teem que ser ''pudicas''

ines maria disse...

tens toda a razao, ele magoua-me porque eu tambem o sei maguar e nao tomo noçao das palavras que digo o que para mim afecta , para ele ja nao porque tem certezas que me tem eu nao, o que a mim nao afecta sao as palavras porque sei que sao naquele momento a ele afectam por uma vida toda

Isabel disse...

Gostei muito do texto.

Marcia_Oliveira disse...

Olá,

Olha, tenho duas pequenas questões para ti.
A primeira era se conheces alguém que está no curso de Design ou se já é licenciado no curso!
E, depois, se alguma vez foste fazer um rastreio visual a alguma óptica (ou se conheces alguém que tenha feito) e como foi a experiência.

Por favor, responde-me para o meu blog!
Depois explico tudo, está prometido.
Obrigada pela ajuda!

Beijinho grande *