14:15

Acordas, levantas-te uns minutos após teres ponderado inúmeras vezes, ficar na cama durante aquele dia que, à partida, já saberias ser um verdadeiro tormento.Vestes a tua melhor roupa na esperança de que isso te faça sentir um pouco mais segura e mais confiante. Metes-te debaixo do chuveiro, tomas o pequeno almoço, lavas os dentes, olhas para o relógio e já estás completamente atrasada. Estás sempre atrasada. Sais de casa e está um tempo horrível, a chuva parece que veio para ficar, o que até se identifica minimamente contigo. Mais um dia, mais um turbilhão de emoções, mais uma imensidão de sensações, algumas das quais desejas não sentir. As pessoas nunca vão perceber o caos emocional em que te encontras, pois não querida? As pessoas vão continuar a achar que agora sim, estás realmente feliz, sem sequer desconfiarem que toda tu és confusão, que toda tu és caso mal resolvido. Ele ainda te atormenta, noite após noite, quando te invade o sono, quando se infiltra no teu ser e te destrói de minuto em minuto, sem pedir permissão, sem qualquer piedade, sem sequer te dirigir um pedido de desculpas por mais cínico que seja. Eu sei que tudo isso ainda te dói querida. Ele ainda aparece constantemente no teu pensamento, quando passas por todas as ruas que se tornaram um pouco vossas, por terem sido palco daquilo que julgavas ser amor. O que mais dói, no meio de tudo, não é a dor do abandono mas sim aquela sensação de ilusão que agora te percorre a mente, quando o nome dele é pronunciado numa das esquinas da cidade. Eu sei que dói querida. Eu sei.

3 comentários:

SofiaM ' disse...

Está lindo patricia!

sophie disse...

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=386985698012676&set=a.386984771346102.92125.264167150294532&type=3&permPage=1

são precisos pelo menos mais 200 votos, podes divulgar pelos teus amigos se faz favor?:)

Maria Inês disse...

és linda, és a melhor e eu vou estar sempre contigo! amo-te <3