eu sei, eu sei.

- Porque é que és assim tão auto-destrutiva contigo própria? Porque é que te destróis a ti mesma, e não acreditas realmente no amor que ele tem por ti? 
- Porque já me disseram o mesmo, e no fim o resultado foram noites sem dormir, apertos no coração e nós na garganta.
- Eles não são todos iguais.
- Eu sei. Mas prefiro ser eu a destruir-me a mim própria, do que ter de o destruir a ele.
- É isso que estás a fazer.
- Não. Estou a salvaguardá-lo.
- Tenho outra definição: estás a matá-lo. Ele já te deu provas suficientes de que é o rapaz adequado a ti.
- Eu sei. Ele é perfeito para mim.
- Então -.-
- ...

3 comentários:

rrrute disse...

em que site, sabes?

joanarocha disse...

muito obrigada mesmo *.*

angélica disse...

adorei!